>

0

Por que Deus permite gente boa morrer cedo?























Uma menina é atropelada por um motorista bêbado, que tem um longo histórico criminal. Ela morre, ele vive.

Histórias como essa não faltam. Uma criança, um adolescente, um jovem adulto, alguém ainda no auge de sua vida, é arrebatado pela morte, deixando seus entes queridos em estado de choque. Uma pessoa que nunca fez mal a ninguém, que fazia o mundo um lugar melhor apenas por estar viva, de repente é estupidamente levada.

Um inconsolável sentimento de perda, a dor da injustiça, e perguntas sem respostas são seguidas pela raiva. Cedo ou tarde, alguém pergunta: "Por que Deus deixou isso acontecer? Ela(e) era uma boa pessoa!"

Não escrevo isso na tentativa de consolar alguém que está amargando tal perda nesse momento. Eu não me acho capaz disso. Mas este versículo, com o qual me deparei hoje pela manhã, pode ajudar a entender o incompreensível um pouquinho melhor:

Perece o justo, e não há quem considere isso em seu coração; e os homens piedosos são retirados sem que alguém considere nesse fato; pois o justo é levado antes que venha o mal, e entra na paz. Isaías 57.1,2

Em nossa limitada mente humana, pensamos que a maneira como uma pessoa viveu seus últimos dois, cinco, ou dez anos é uma garantia de como seus anos futuros serão. Mas Deus sabe melhor. E como um favor àquela pessoa, Ele intervém antes que o mal possa tocar na sua vida.

É claro que, no processo de ser bom para com aquele justo, Ele parece ser um Deus mau e insensível aos seus entes queridos.

Porém, mesmo na morte, precisamos lembrar que há mais de um lado para toda história.

Por Rafael Meireles

Retirado do blog do bispo Renato Cardoso



2

Voz de Deus vs Voz do Diabo





















Existe uma grande diferença entre a voz de Deus e a voz do Diabo, o problema é que muita das vezes o Diabo se faz passar por voz de Deus a fim de disseminar suas dúvidas no coração das pessoas, e somente os nascidos de Deus podem discernir perfeitamente uma voz e outra.

A voz do Diabo que é a voz da dúvida trás tristeza ao coração do homem, embora ela por vezes se pareça com a voz de Deus ela deixa o homem caído, abatido, perdido, ela mostra os meios, mas não mostra solução.

Pra você entender um pouco melhor vamos supor que uma pessoa pensa ser batizada com o Espírito Santo, mas na verdade não é, Deus com sua doce voz vai fazer aquela pessoa entender que ainda não foi selada com o Seu Espírito, através de uma palavra, ou uma situação que aconteça e que precisa buscá-lo, mas nunca a deixará triste ou abatida por ela ter descoberto isso, pelo contrário isso trará forças para que ela o busque de fato e de verdade.

Se a pessoa já tem o Espírito Santo, o Diabo vai tentar acusá-la, lembrar de seu passado, colocar dúvidas, pensamentos negativos, para que a pessoa crendo naquilo tudo, perca a fé e tudo o que tem.

Essas vozes deixam a pessoa pra baixo, pois é o mal, tentando fazer com que ela se esfrie na fé, duvide e consequentemente se afaste de Deus. Ta aí a diferença entre a voz de Deus e a do Diabo. Deus trás certeza e força para prosseguir e o Diabo dúvidas e angustias ao coração do homem.

Deus falando a Josué que estava fraco: "Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.
Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés. “Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei”
. (Josué 1.2-5)


O Diabo falando a Jesus que estava forte: “E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo”.  ( Mateus 4.3,6)

Postado por Rafael Meireles