>

3

Características do arrependimento

arrependimento



















O arrependimento é diferente do remorso e implica mudanças de comportamento em relação ao erro, o que iremos ver a seguir:


1 - Ver o pecado - Para que haja arrependimento é preciso, em primeiro lugar, que a pessoa errada considere o seu erro; ou seja, é necessário que ela assuma o seu erro corajosamente, analisando por que cometeu aquele delito e onde foi que começou a cair em pecado.


Muitos tentam limpar a mente através do esquecimento, e aqueles que assim procedem têm a ajuda especial do diabo, porque ele tem interesse em que o pecado não seja confessado, a fim de que as pessoas possam cometê-lo novamente.


Uma das coisas mais difíceis é a pessoa admitir o seu pecado ou erro. A partir do momento em que o faz, deve isso ao Espírito Santo que já está agindo, levando-a ao convencimento, porque:

"Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado..." João 16.8


2 - Confessar o pecado - Após admitir o pecado, a pessoa precisa confessá-lo o mais breve possível, para que ele seja cancelado. A Bíblia afirma:

"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." 1 João 1.9

Se admitirmos o pecado e não o confessamos, então ele fica guardado no "almoxarifado" do coração; mais tarde, ele atrairá mais pecados... É como o demônio, quando entra na vida de alguém e atrai outros piores do que ele.


3 - Detestar o pecado - Se a pessoa comete um pecado e depois de admiti-lo e confessá-lo não toma a atitude de odiá-lo, então ele voltará a bater mais forte na porta do seu coração e forçará insistentemente a entrada.


O grande problema é que o pecado quase sempre tem sabor de mel no início, mas no final é como o fel, e os seus dissabores são tantos, que não vale a pena praticá-lo.

Para que fique realmente caracterizado o arrependimento, definitivamente, há que se odiar e abandonar o pecado, até porque...

"...O pecado não terá domínio sobre vós..." Romanos 6.14


Por isso mesmo, não podemos jamais nos deixar levar pela sua astúcia. É Deus quem nos conduz ao arrependimento, conforme está escrito:

"Ou desprezas a riqueza da sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento?" Romanos 2.4


Ora, se o arrependimento é um dom de Deus e uma condição que Ele nos oferece para podermos nos endireitar com Ele, como poderemos então desconsiderar a Sua bondade omitindo o arrependimento em toda a sua plenitude? É certo que quando assim procedemos, estamos resistindo ao Espírito Santo, o agente que nos leva ao arrependimento.

Deus abençoe a todos. 

Fonte: Arca Universal

3 comentários:

  1. OLÁ!!! VIM CONHECER SEU BLOG. GOSTEI E ESTOU SEGUINDO.
    AMIGO, TENHO UM GRUPO DE DIVULGAÇÃO DE BLOGS CHAMADO ENTRE BLOGS, SE QUISER PARTICIPAR E DIVULGAR SEU BLOG, É SÓ SE INSCREVER.
    UM ABRAÇO

    CRIS
    Entre Blogs Grupo de Divulgação

    Fan Page Cristãos em Construção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pela visita e pelo convite também!!!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Atenção!
Não serão permitidos comentários com ofensas nem palavrões.
Ameaças
Insultos
Ataque pessoais
Exposição da privacidade alheia
Caso persista o comentário sera apagado do blog